Este trabalho descreve a dinâmica estabelecida entre atividades de ensino, pesquisa e extensão que objetiva a produção colaborativa de modelos tridimensionais digitais de objetos arquitetônicos de interesse histórico e patrimonial. São analisados resultados parciais desta dinâmica de produção que se apóia na seguinte metodologia: oferecimento de um sistema de formação em Gráfica Digital, tanto na modalidade de educação presencial como a distância, aberto à comunidade através de atividades de extensão, para a produção de modelos digitais tridimensionais; registro das trajetórias de aprendizagem produzido pelos próprios estudantes que participam desta atividade extensionista; análise destas trajetórias como recurso para a identificação de novas metodologias de modelagem; reestruturação ou ampliação das práticas de ensino de graduação, pós-graduação e de extensão a partir dos resultados encontrados. Todo o processo está focado na otimização de metodologias, para a produção de modelos tridimensionais digitais, baseadas no uso de software livre ou de distribuição gratuita e adequadas a cada tipo de aplicação como para imagens estáticas, animações e realidade virtual. Adota o patrimônio histórico e arquitetônico como objeto de referência para esta produção, visando assim a geração de um acervo digital a ser disponibilizado pela INTERNET, para subsidiar aplicações nas diferentes áreas do conhecimento como Arquitetura, Artes, História e Turismo. Como resultados parciais têm-se: a própria qualificação dos estudantes para a utilização de software de distribuição gratuita para a representação gráfica digital; a experimentação de sistemas de formação em gráfica digital mediados por tecnologia a partir de ambientes virtuais de aprendizagem; os modelos que resultam deste processo de formação e, principalmente, as metodologias de modelagem que foram experimentadas, aperfeiçoadas e validadas. Neste trabalho busca-se analisar, especialmente, os resultados do estabelecimento desta dinâmica entre ensino, pesquisa e extensão nos processos colaborativos de construção da Pelotas Virtual/Rio Grande do Sul/Brasil (figura 1) e do Pelourinho Virtual/Salvador/Bahia/Brasil, cujos modelos destes espaços urbanos já podem ser visualizados no Google Earth. Desta maneira, são processos que objetivam a geração de modelos compatíveis com tal ambiente: menor número possível de polígonos associado ao propósito de atribuir ao modelo a aparência real do objeto representado. Comparam-se os processos de modelagem propostos pela atividade de extensão com aqueles efetivamente estabelecidos por cada estudante. Esta análise comparativa é facilitada pela metodologia de sistematização das atividades, apresentada tanto pelos materiais didáticos (figura 2) como pelos estudantes. Tal sistematização se apóia na representação de mapas conceituais que induz a explicitação de teorias, tecnologias e técnicas utilizadas ao longo do processo de modelagem. Desta maneira, é possível validar, ampliar e/ou revisar as metodologias inicialmente propostas.

This work describes the dynamic established between research, extension, and educational activities to produce three dimensional digital models of architectural objects of historic interest in a collaborative way. By making modeling methodologies available through extension courses both distance and face to face, a system of production of the models is established. This production is accompanied by the register and analysis of each process, through the structure of conceptual maps. These registers have allowed the identification of new modeling methodologies, promoting the re-structuring and/or broadening of the practice of teaching in graduation, post-graduation and extension courses. The refer to making modeling methodologies based on the use of free software available and to the constitution of a collection of digital models available on the INTERNET, which may subside their application in the different areas of knowledge such as Architecture, History and Tourism.